quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Esse teimoso sentimento...

Eu brigo com esse sentimento
E ele briga comigo.
É uma relação de ódio e amor.
Eu luto pra manda-lo embora e explico pra ele partir,
Mas teimoso, ele ri de mim,
Senta e faz cara de deboche:
"Me recuso a sair".
Gosto da presença dele, 
É tão divertido e carinhoso,
Me arranca sorrisos aleatórios,
Em momentos inapropriados.
Às vezes expulso ele daqui de dentro, mas na manhã seguinte,
Abro os olhos e ele está lá outra vez.
Não me larga esse danado!
Então a gente fica assim... Eu gosto dele, ele gosta de mim.
Quem sabe um dia ele não enjoa e vai embora. 
Quem sabe um dia eu me desinteressa e deixe a casa pra ele.
A verdade é que só vou descobrir o fim dessa história quando o sr. Tempo decidir...
Até lá, a gente divide a mesma cama, a mesma rotina, as mesmas roupas, a mesma face e o mesmo coração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário